Bebê que teve leite injetado na veia morre em hospital de SP

Um bebê de 13 dias morreu nesta segunda-feira no Hospital Municipal Professor Mario Degni, na Zona Oeste de São Paulo. A suspeita é que ele tenha recebido leite na veia. A criança nasceu prematura e estava internada, recebendo soro e medicamentos. 

De acordo com o boletim de ocorrência, a mãe informou que por falta de acomodação na UTI ela amamentava o bebê durante o dia e deixava um frasco com leite para que a equipe do hospital alimentasse a criança à noite, segundo informações da rádio CBN.

O bebê ingeria o leite por meio de uma sonda nasal, enquanto os remédios eram injetados na veia. Na segunda, um integrante do hospital injetou leite na veia do bebê, que passou a ter falta de ar e, mesmo ligado ao tubo de oxigênio, teve o estado de saúde agravado e acabou morrendo. 

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que considera o incidente inaceitável e que a auxiliar de enfermagem foi demitida, sendo investigada pela Polícia Civil, além de ter aberto um inquérito para apurar o caso.