Risco de desabamento interdita mais um prédio em Belo Horizonte

A Coordenadoria de Defesa Civil de Belo Horizonte (Comdec) interditou nesta quinta- feira, devido ao risco de desabamento, o terceiro prédio localizado na rua Laura Soares Carneiro, bairro Buritis, região oeste da capital mineira. Outros dois edifícios já haviam sido interditados na segunda- feira e os moradores retirados.

Segundo Alexandre Lucas, coordenador da Defesa Civil, "as fendas entre os prédios e a rua aumentaram e houve deslocamento de terreno, o que aumentou a possibilidade de desabamento das construções". A preocupação dos moradores e da Comdec é maior devido à chuva forte que caiu na madrugada e manhã desta quinta-feira e também por conta da previsão de temporais com ventos de até 60 km/h.

Um alerta para que os moradores não mais entrem nos prédios e também para que os vizinhos evitem transitar nas ruas no entorno foi emitido: "Por segurança vamos desocupar uma casa que fica na rua Protásio de Oliveira (abaixo dos prédios) e isolar as ruas próximas. As trincas dos prédios dilataram bastante nas últimas horas e o risco de queda é grande", afirmou Lucas.

Para evitar mais infiltrações, a prefeitura de Belo Horizonte colocou lonas na encosta atrás dos prédios, sobre as rachaduras na rua e calçadas e está colocando asfalto nas fendas. O trânsito no local está interditado mesmo para moradores de prédios vizinhos.

Angustiados com a expectativa da queda dos prédios, construídos no fim da década de 90, a maioria busca na Justiça uma forma de tentar o ressarcimento pelos prejuízos. Na terça-feira, uma liminar foi expedida pela Justiça obrigando a construtora a realizar obras emergenciais em 24 horas, mas até agora nada foi feito.

"A cada dia, o prédio afunda mais. Estou abalado, minha mulher abalada, é uma angústia muito grande", disse o comerciante Waner Maron. "Queremos que a situação se resolva. Eles podem até tentar recuperar o prédio, mas não temos mais segurança para voltar", reclamou o estudante de engenharia civil Lucas Piombini.

O Corpo de Bombeiros também registrou ocorrências de inundações em Santa Luzia, onde uma idosa e um bebê foram socorridos enquanto dormiam depois que a casa foi tomada pela água.

Na Vila Jardim São José, na região noroeste da cidade, dois córregos transbordaram e a enxurrada invadiu casas na rua Serra do Monte. Foram registrados somente estragos, sem vítimas.

Vigília

Os cerca de 30 moradores que foram obrigados a desocupar os apartamentos dos prédios Vale dos Buritis e Art de Vivre fazem vigília desde domingo, quando houve o alerta de desmoronamento.

Temporal

O temporal que caiu no fim da madrugada desta quinta-feira provocou o desabamento de um muro sobre uma casa no bairro Landi, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. Não houve feridos.