Kassab aprova propaganda em relógio de rua e ponto de ônibus em Sâo Paulo

O prefeito Gilberto Kassab (PSD) sancionou na quarta-feira a lei do mobiliário urbano, aprovada pela Câmara Municipal no mês passado. A norma autoriza a prefeitura a conceder a exploração de publicidade em mil relógios de ruas e 23 mil abrigos de ônibus. Em troca, a empresa que vencer a licitação terá de pagar cerca de R$ 2 bilhões aos cofres da Prefeitura por um período de até 30 anos, além de fazer a manutenção de todo o equipamento. 

Mesmo com a sanção, o projeto só deverá sair do papel de verdade em meados do ano que vem, às vésperas do período eleitoral em que Kassab tentará fazer seu sucessor. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O próximo passo para o projeto é a abertura do processo de concorrência para a concessão, que ainda deve durar cerca de quatro meses. Essa foi a primeira autorização feita pela Câmara para propaganda em espaço público desde que a Lei Cidade Limpa entrou em vigor, em janeiro de 2007. 

Além da publicidade, os relógios de rua vão ter obrigatoriamente informações sobre a qualidade do ar, do trânsito e câmeras de acesso remoto à Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e à Guarda Civil Metropolitana (GCM).