Acusador de Orlando Silva diz à oposição que entregou gravação a revista

O policial militar João Dias Ferreira confirmou nesta terça-feira (18), durante o encontro com lideranças da oposição, a existência da gravação de uma reunião da qual participou com executivos do Ministério do Esporte, quando era investigado por suspeita de participar de desvios de recursos destinado a um programa da pasta. Em 2010, Dias foi preso junto com outros quatro na Operação Shaolin, deflagrada pela Polícia Federal.

O militar revelou aos líderes da oposição que teria realizado dois encontros no ministério. No primeiro deles, com a presença do ministro Orlando Silva. Na ocasião, ficou, segundo o policial, acertado o que seria feito para "limpar a barra dele". 

>> Orlando Silva: denúncias são falsas e não há provas a serem mostradas

>> Policial que denunciou irregularidades diz que provas “vão surgir em breve”

>> Temer: Orlando Silva demonstra convicção ao esclarecer denúncias

>> Denúncias envolvendo Orlando Silva ganham repercussão internacional

A finalidade do segundo encontro, que não contou com a participação do ministro, seria discutir formas de operacionalizar o que havia sido acertado. E foi justamente esta reunião que Dias diz ter registrado. Terra Magazine apurou que, durante o encontro com os oposicionistas, ele afirmou que a gravação foi encaminhada à revista Veja, que, no último fim de semana, denunciou o esquema de corrupção no ministério.

Em 2010, João Dias Ferreira foi preso em Brasília, acusado de desviar recursos do Programa Segundo Tempo, considerado carro-chefe do Ministério do Esporte. Por meio da Associação João Dias de Kung Fu e da Federação Brasiliense de Kung Fu, ele firmou dois convênios com o Ministério do Esporte, em 2005 e 2006.

O caso

Em reportagem da revista Veja desta semana, o policial João Dias disse que o ministro Orlando Silva integra um esquema de desvio de dinheiro do programa Segundo Tempo, em que há distribuição de recursos a organizações não governamentais (ONGs) com o objetivo de motivar jovens à prática de atividades esportivas.