Bebê de apenas 15 dias morre ao ser arrastado por enxurrada no Paraná

Um bebê de apenas 15 dias morreu ao ser arrastado pela enxurrada em Ortigueira, a 216 km de Curitiba. O corpo da menina foi localizado na tarde de domingo a cerca de 350 metros de onde sumiu. A criança foi arrastada pela água do Rio Apucaraninha que transbordou em uma localidade rural do município.

De acordo com a Defesa Civil municipal, o bebê estava em um carro com um casal na noite de sábado. Quando percebeu que a água estava entrando no veículo o homem tirou a mulher e a criança de dentro do automóvel e se agarrou em galhos de árvores. Com a força da água ele não conseguiu segurar a menina, que foi levada pela correnteza.

Essa é a segunda morte causada pela enxurrada no Paraná. Também no domingo foi localizado o corpo de um jovem de 25 anos em Londrina, norte paranaense. Ele desapareceu na quinta-feira ao atravessar um córrego e ser arrastado.

Outra pessoa desapareceu na cidade, mas o motorista de uma caminhonete é procurado como foragido, já que acelerou o veículo e caiu no rio depois de um guarda municipal lhe ordenar que parasse. O automóvel foi encontrado com placa que não coincide com o registro do carro, o que, segundo os Bombeiros, é tratado como hipótese para a tentativa de fuga. O suspeito caiu no rio após tentar cruzar uma ponte que havia desabado em virtude da força das chuvas na região.

As chuvas no Paraná começaram na quinta-feira e até agora o estado já contabiliza 171 desabrigados e 222 desalojados por conta de enxurradas.