Teto do Pronto-Socorro de Cuiabá desaba e fecha ala de emergência

O teto de uma ala do Pronto-Socorro de Cuiabá, capital do Mato Grosso, não resistiu à chuva de sexta-feira e desabou, fechando a unidade para atendimentos de urgência e emergência. A ala foi inaugurada há menos de um ano, de acordo com informações do MT TV.

A ala foi reformada pela construtora Três Irmãos, da família do deputado Carlos Avalone, na gestão do então prefeito Wilson Santos. 

A nova direção do hospital, no entanto, disse que já tinha verificado falhas na reforma. 

Segundo o secretário de Saúde, Lamartine Godoy, foram feitas várias tentativas nos últimos meses de negociação com a construtora para corrigir os erros, mas nada foi feito. Pelo menos R$ 200 mil que deveriam ser pagos para a empresa foram retidos pela prefeitura. Representantes da construtora não foram encontrados.