Soldado é preso após matar comandante da Polícia Militar do Mato Grosso do Sul

Um soldado da Polícia Militar (PM) foi preso na madrugada deste sábado em Cassilândia (MS) acusado de matar o comandante da corporação. Segundo a PM, Mário José Eufrásio da Silva, 48 anos, foi baleado após tentar acalmar o soldado, que teria brigado com a mulher.

A polícia foi acionada por volta de 0h para atender uma ocorrência de violência doméstica envolvendo o soldado Adriano Paulo da Silva, 34 anos. Uma viatura foi até o local e levou mulher para a delegacia. "O comandante ficou na casa para tentar acalmar o soldado, mas ele estava muito descontrolado e acabou disparando três tiros", afirmou nesta tarde o sub-tenente Edeval dos Santos Carvalho.

Segundo a PM, dois policiais presenciaram o crime e socorreram o comandante para a hospital da cidade, mas ele não resistiu aos ferimentos. O soldado foi preso e, por volta das 15h40 deste sábado, aguardava a transferência para o presídio militar de Campo Grande. O comandante morto deixa a mulher, filhos e netos.