Vítimas de enchentes de Santa Catarina terão FGTS liberado

Após reunião no Palácio do Planalto, o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, disse será assinado na terça-feira (27) um decreto para liberar o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para a população dos 61 municípios catarinenses que decretaram estado de emergência em consequência de enchentes no início deste mês. O teto do saque do FGTS será definido até o final do dia.

A presidenta Dilma Rousseff também vai assinar um documento para que aposentados e pensionistas de 11 municípios em estado de calamidade recebam o valor de um salário extra como empréstimo, de acordo com Colombo. O valor poderá ser pago parcelado e sem juros.

O Banco do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), também vai liberar linhas de financiamento para empresas atingidas, de acordo com Colombo. “È importante fazer a roda da economia girar nesse momento.”

O governador estima em R$ 500 milhões os prejuízos causados pelas enchentes provocadas por fortes chuvas em Santa Catarina no início deste mês.

O governador de Santa Catarina disse ainda que a previsão é de que todo o conjunto de obras necessárias à prevenção de enchentes esteja concluído no prazo de quatro anos.

Colombo se reuniu hoje no Palácio do Planalto com as ministras da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra.