SP: após quatro anos, Justiça ouve envolvidos em acidente nas obras do metrô

A Justiça de São Paulo começa a decidir nesta terça-feira se os 14 réus envolvidos no acidente das obras da Estação Pinheiros do Metrô irão a julgamento. Em janeiro de 2007, o canteiro desmoronou, abrindo uma cratera que causou a morte de sete pessoas. Engenheiros e técnicos da obra devem ser ouvidos pela primeira vez.

As audiências com as testemunhas de acusação começam hoje e terminam na quinta-feira no Fórum Regional de Pinheiros. Serão ouvidas cinco pessoas, além de três por carta precatória. Depois, será marcada uma nova data da audiência para que as testemunhas de defesa sejam ouvidas, para então os réus serem interrogados. Até 2012, a Justiça deve decidir se eles vão a julgamento ou não.

Os acusados respondem em liberdade pelo crime de incolumidade pública, por não terem tomado as medidas necessárias de segurança contra o risco de desmoronamento. O crime, de menor potencial ofensivo, pode gerar penas inferiores a dois anos e meio de prisão, em regime aberto.