MT: polícia prende 2 PMs e mais 1 por morte de estudante africano

 A Polícia Civil prendeu em flagrante dois policiais militares e um rapaz suspeitos de espancar e matar um estudante africano na noite de quinta-feira em um restaurante no bairro Boa Esperança, em Cuiabá.

De acordo com a polícia, o estudante de Guiné-Bissau, país da costa ocidental da África, Toni Bernardo, 27 anos, teria abordado um casal no restaurante para pedir R$ 10. Após, ele sentou em uma cadeira ao lado dos dois e teria se aproximado da namorada do rapaz, tentando, em seguida, agarrá-la. Sérgio Marcelo Silva da Costa, 27 anos, namorado da garota, teria revidado e entrado em lutar corporal com o rapaz.

Ao verem a briga, outros dois clientes anunciaram serem policiais militares e imobilizaram o estudante. No entanto, os três teriam passado a desferir socos e pontapés contra o estudante. Os policiais Higor Macell Mendes Montenegro, 24 anos, e Wesley Fagundes Pereira, 24 anos, foram autuados no flagrante e ouvidos na presença de um representante da Corregedoria da Polícia Militar. Os três acusados disseram que apenas imobilizaram a vítima.

De acordo com o delegado Antonio Esperandio, a vítima, segundo testemunhas, aparentava estar sob efeito de drogas ou embriagada. Exames de toxicológico, alcoolemia e necropsia foram requisitados ao Instituto de Medicina Legal (IML). O estudante tinha passagens na polícia pelos crimes de furto e ameaça.