Homem é preso por fotos com pornografia infantil em São Paulo

A Polícia Federal de Campinas prendeu nesta sexta-feira um homem de 22 anos suspeito de divulgar e reter imagens de pornografia infantil. A investigação contou com auxílio da Polícia do Reino Unido, que apurou nos meses de maio, junho e julho de 2011 trocas de material pornográfico infantil entre os dois países. O suspeito foi surpreendido pelos policiais em um quarto que ele havia alugado nos fundos de uma casa no bairro Campos Eliseos. Foram apreendidos um computador, CDs, DVDs, uma máquina fotográfica e uma porção de maconha.

A polícia afirma que o homem usava o codinome Preteenrio na internet. Uma das maneiras usadas para o endereço do suspeito foi através de uma investigadora que se passou como interessada em trocar imagens de pedofilia. Após ganhar sua confiança, a mulher conseguiu que o rapaz enviasse vídeos e fotos contendo pornografia infantil.

O rapaz foi encaminhado ao 2º DP de Campinas. Segundo a Polícia Federal, ele está sujeito a pena de reclusão que varia de 1 a 3 anos, pela posse, e de 3 a 6 anos pela disponibilização na rede. Além das medidas previstas no artigo 28 da Lei antidrogas pela posse de entorpecente para uso pessoal (advertência, prestação de serviços à comunidade e medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo).

Segundo a Polícia Federal, em 2010, o FBI abriu investigação sobre o mesmo suspeito, que não chegou a ser identificado na ocasião. "Ainda não sabemos se as imagens foram produzidas pelo usuário ou se ele recebeu de outras pessoas", informou Jessé Coelho de Almeida, do setor de comunicação social da PF.

Segundo na semana

Esse foi o segundo suspeito preso acusado de pedofilia em Campinas pela Polícia Federal nesta semana. Durante a operação denominada Echo 40, deflagrada pela Superintendência da PF no Paraná, no cumprimento de seis mandados de busca e a apreensão e dois mandados de prisão, um homem de 27 anos, foi preso no bairro DIC 6, em Campinas, na quarta-feira. Na casa dele, foram encontradas duas máquinas fotográficas e um computador com imagens de pornografia infantil.