Senador Pedro Simon coordena grupo de trabalho sobre corrupção

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) vai coordenar o grupo de trabalho criado hoje, na Comissão de Direitos Humanos do Senado (CDH) , com a finalidade de discutir questões referentes á corrupção e impunidade.

"O Brasil é o país da impunidade, só ladrão e galinha vai para a cadeia", afirmou Simon, para quem a justiça brasileira é lenta, permitindo que os processos demorem por anos a fio. 

"Quem tem recursos contrata advogado não para ser julgado, mas para evitar o julgamento e 'empurrar' o processo até a prescrição", acrescenta, apontando como resultado dessa situação a impunidade geral. 

Ao justificar a criação do grupo, o presidente da CDH, senador Paulo Paim (PT-RS), esclareceu que essa foi a solução encontrada para resolver o impasse surgido com a proposta de uma subcomissão temática sobre corrupção. Ocorre que a Comissão de Direitos Humanos já funciona atualmente com as quatro subcomissões que o regimento do Senado permite.