Líder do DEM se reunirá com Cardozo para discutir Comissão da Verdade

O líder do DEM na Câmara, deputado ACM Neto, irá se reunir esta semana com representantes do governo para discutir o projeto de lei que cria a Comissão da Verdade. Segundo ele, um almoço está marcado com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para esta quarta-feira (14), em Brasília. Em entrevista a Terra Magazine, ACM Neto diz que nenhum encontro com o assessor especial do Ministério da Defesa, José Genoino, foi marcado. Pelo menos por enquanto.

"O que está previsto é um almoço com o ministro da Justiça, e não com Genoino". O líder do DEM afirma que, além dele, estarão presentes no encontro os senadores José Agripino e Demóstenes Torres. O deputado faz reunião com Agripino nesta segunda-feira (12), em São Paulo, para que ambos orquestrem o discurso a ser apresentado ao ministro.

"Já conversei com Cardozo sobre o assunto criação da Comissão da Verdade. O tema não é novo para ninguém. Já existe concordância entre DEM e governo com relação à necessidade de existir a comissão. Quando ao mérito, não há divergências. No entanto, não há concordância quanto à composição da comissão", diz ACM Neto.

De acordo com o texto original, a comissão será formada por sete pessoas indicadas pela presidente Dilma Rousseff, com dois anos para divulgar os resultados de uma narrativa oficial sobre as violações dos direitos humanos ocorridas entre 1946 e 1988.

O DEM quer discutir a possibilidade de o Congresso Nacional também participar da indicação dos integrantes da Comissão da Verdade - para que isso não fique apenas a cargo da presidente. "Queremos definir critérios para a escolha dessas pessoas para que a Comissão tenha caráter apartidário e total blindagem política", finaliza o deputado.

Ainda esta semana, como adiantou Terra Magazine, a ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, convidou seus antecessores para uma reunião em Brasília para conversar com o presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), sobre a aprovação do projeto de lei que cria a comissão. A reunião está marcada para esta terça-feira (13).