Moradores de Blumenau fazem limpeza após enchente

Moradores de Blumenau (SC), no Vale do Itajaí, aproveitaram o domingo para iniciar os trabalhos de limpezas de casas e ruas tomadas pela enchente dos últimos dias. O sol forte ajudou quem precisou retomar a vida após mais uma série de prejuízos. Na região central da cidade, as marcas do aumento do nível do rio Itajaí-Açu ainda estavam visíveis.

Na avenida 2 de Setembro, uma das principais da cidade, comerciantes passaram o dia com vassouras e baldes na mão para retirar a lama que tomou a cidade. O lixo e materiais inutilizados pela enchente foram colocados na rua para retirada por parte da prefeitura.

"Ontem não deu para fazer limpeza porque tínhamos pouca água", disse o comerciante Pedro Schmittel, que pretende abrir sua lanchonete apenas na quarta-feira. "Não é só a lama: eu cheguei a perder uma parte do estoque. Tenho que levantar a cabeça e me preparar. A vida recomeça", afirmou.

Soldados do Corpo de Bombeiros ajudaram na limpeza das ruas e usaram mangueiras de combate a incêndio para tirar o barro que se acumulou pelo centro de Blumenau. A prefeitura informou que cerca de 70% do abastecimento de água na cidade já está normalizado. A energia também foi restabelecida. Na segunda-feira, os serviços públicos voltam a abrir suas portas e as aulas, suspensas deste a terça-feira, ocorrem normalmente.

Mesmo com o aparente retorno à normalidade, a Defesa Civil permanece monitorando áreas consideradas de risco. De acordo com o órgão, o fim das chuvas não afasta risco de deslizamentos em encostas já fragilizadas pelo excesso de precipitação.

A Defesa Civil confirmou neste domingo que três pessoas morreram em consequência das enchentes no Estado. Ao menos oito municípios decretaram estado de calamidade pública e mais de 30 estão em emergência.