Partido Pátria Livre pede registro no TSE

Mais um novo partido político requereu registro no Tribunal Superior Eleitoral. O Partido Pátria Livre (PPL) protocolou nesta quarta-feira a petição de registro do estatuto e do órgão de direção nacional da legenda em formação, fundada em 21 de abril de 2009, “data de Tiradentes, mártir da nossa Independência, e em homenagem ao grande presidente Getúlio Dornelles Vargas, na memorável data de 24 de agosto”.

De acordo com o presidente do PPL, Sérgio Rubens de Araújo Torres, a sigla “organizou e encerrou a coleta de mais de 1 milhão e 200 mil de assinaturas em 22 estados da Federação, encaminhou aos cartórios eleitorais zonais, para certificação, essas assinaturas de apoio, e protocolou nos tribunais regionais desses 22 estados as certidões dos cartórios zonais para fins de obtenção da certidão estadual de mais de 500 mil assinaturas devidamente certificada”.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais