Tem início depoimento de ministro dos Transportes para esclarecer denúncias

O ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, já começou a prestar esclarecimentos à Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado sobre denúncias de superfaturamento em contratos da pasta, especialmente de obras do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). 

A crise derrubou 27 servidores, inclusive o ex-titular da pasta, Alfredo Nascimento,indicado ao cargo pelo PR e que reassumiu o mandato de senador.

Paulo Passos deverá ainda explicar denúncias de lideranças do PR de que as fraudes ocorreram em período em que ele estava no comando da pasta. Ele era o secretário-executivo do ministério e assumiu o posto no lugar de Alfredo Nascimento, nos últimos dez meses do governo passado quando ele se desligou em abril para fazer sua campanha de reeleição ao Senado. Reeleito, voltou a ser indicado ministro pela presidente Dilma Rousseff.

"Quando saí, o PAC [Programa de Aceleração do Crescimento] do Ministério dos Transportes significava um pacote de investimentos de R$ 58 bilhões. Quando retornei, já estava em R$ 72 bilhões", destacou Alfredo Nascimento em seu discurso de retorno ao Senado agora em agosto.

A reunião está sendo dirigida pela presidente da CI, senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO).