Preso PM suspeito de participar de assalto com seis mortes em São Paulo

Um policial militar suspeito de envolvimento no assalto a um supermercado no bairro Parada de Taipas, zona norte de São Paulo, foi preso nesta sexta-feira. A assessoria da corporação afirmou que ele pertencia ao 18° Batalhão da PM. Seis pessoas morreram na ocasião em troca de tiros com a polícia.

O caso aconteceu no dia 5 de agosto, por volta das 3h, quando cerca de 15 homens armados invadiram um supermercado na avenida Elísio Teixeira Leite para roubar os caixas eletrônicos. Acionado no 18º Batalhão, o policiamento local, com o apoio da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) - cerca de 60 homens -, foi ao estabelecimento e teria sido recebido a tiros de fuzil. Após tiroteio, um suspeito morreu no local e outros cinco foram levados ao hospital, mas não resistiram. Um homem foi preso e os demais fugiram. Três funcionários chegaram a ser feitos reféns pelos assaltantes.

A Polícia Militar negou no mesmo dia ter usado força excessiva no tiroteio. "Não houve excesso. Estamos enfrentando bandidos fortemente armados. Quando estamos numa ocorrência com dez, 15 indivíduos que atiram, nós revidamos. Foi usada a energia necessária", disse o comandante da Rota, tenente-coronel Paulo Adriano Telhada.