Com 115 mil afetados por temporais, RS tem 5 municípios em emergência

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul confirmou nesta quarta-feira anúncios de notificações preliminares de desastres (Nopreds) em pelo menos 24 municípios que registraram prejuízos devido aos temporais desta semana no Estado. Cinco deles já decretaram situação de emergência, procedimento que agiliza o auxílio aos afetados e liberações de recursos públicos. Uma nova estimativa do órgão indica que mais de 115 mil pessoas foram afetadas e cerca de 4,2 mil edificações sofreram danos, como destelhamentos e quedas de muros.

Em São Sebastião do Caí, a 60 km de Porto Alegre, o nível do rio Caí segue estável nesta tarde e ainda não permite que 110 famílias retornem para casas alagadas no município. Além disso, a previsão de novas chuvas deve manter os flagelados em abrigos e casas de parentes. Em todo o Estado, há 3.010 desalojados e 715 desabrigados.

Na lista de prefeituras que já decretaram situação de emergência figuram São Valentim, Trindade do Sul, Frederico Westphalen, Três Forquilhas e Giruá. Parte dos municípios gaúchos afetados registra suspensão de aulas em razão dos estragos.

Em Estrela, a 92 km da capital gaúcha, três pessoas foram encontradas mortas ontem em um carro dentro de um arroio na Linha Geralda. De acordo com a Polícia Militar, eles estavam desaparecidos desde a tarde de segunda, quando houve um temporal na região. Será investigado se o veículo caiu quando tentava atravessar uma ponte ou se foi arrastado pela correnteza ao tentar passar pela água.

Algumas regiões registraram os ventos mais fortes dos últimos 60 anos. As rajadas chegaram ter velocidade superior a 100 km/h.