SP: em um mês, Osasco registra 2º ataque com explosivos em caixa

Explosivos foram detonados, no início da manhã deste domingo, em um caixa eletrônico do Bradesco, instalado em um posto de combustível, no bairro Piratininga, em Osasco (SP). Somente nos últimos 30 dias, já é o segundo ataque do gênero na cidade. Desta vez, o terminal explodiu sem que ninguém percebesse a instalação dos artefatos, mas o dinheiro não foi roubado.

Segundo testemunhas, instantes após a explosão, dois homens, não identificados fugiram em um automóvel Gol, que estava parado próximo ao posto. Ninguém ficou ferido. O caixa não foi arrombado, mas o abrigo do terminal bancário teve perda total.

A suspeita da Polícia Civil é de que dinamites tenham sido fixadas no caixa, com detonação programada. Até agora ninguém foi preso e ainda não há suspeitos.

No mês passado, um terminal de auto-atendimento do bairro Munhoz Junior, a poucos quadras do posto, também foi alvo de criminosos. Conforme a polícia, um homem arremessou uma banana de dinamite contra um caixa, mas o explosivo teve alguma falha e não foi detonado.

Neste final de semana, outro caso foi registrado em Recife (PE), onde quatro homens armados com pistolas e revólveres calibre 38 invadiram o prédio da Superintendência Federal de Agricultura no Estado e arrombaram, com uso de explosivos, um caixa na tarde de sábado. Mais de R$ 10 mil foram levados pelos criminosos.

Já em Jundiaí (SP), a polícia apreendeu ontem 14 bananas de dinamite em um matagal no bairro de Tijuco Preto. Os explosivos estavam escondidos dentro de um saco plástico, junto com 25 m de cordel, usado para detonação. Os responsáveis pelos artefatos não foram localizados.