Itamar consolidou a democracia e a estabilização econômica do país, destacam PT e PSDB

Brasília – Os comandos do PT e do PSDB no Senado e na Câmara informaram que a trajetória política do ex-presidente e senador Itamar Franco (PPS-MG) colaborou para a consolidação da democracia e da estabilização econômica do país.

Em nome do PT, o líder no Senado, Humberto Costa (PE), divulgou nota sobre a morte de Itamar. O comunicado do PSDB foi divulgado pelo líder do partido na Câmara, deputado Duarte Nogueira.

“Em meu nome e em nome da bancada do PT, venho externar profunda tristeza pela morte do senador e ex-presidente Itamar Franco”, diz a nota de Costa. “No Senado, eu e toda a bancada do PT pudemos aprender com a sua experiência e debater com o senador questões nacionais importantes.”

Segundo o líder do PT, Itamar “contribuiu muito” para a consolidação da democracia no Brasil. “[Itamar] é o grande pai do Plano Real. Mesmo sabendo que em muitos momentos divergimos politicamente, sei que o Brasil hoje fica um pouco mais triste. O país perde um grande quadro político".

Para Nogueira, Itamar deve ser lembrado como aquele que desempenhou um papel de destaque na política nacional com o processo de impeachment do ex-presidente Fernando Collor, em 1992. “Itamar teve um papel fundamental no período pós-impeachment, um dos momentos mais delicados e emblemáticos para a democracia brasileira, e também no processo de construção do Plano Real, que controlou a inflação e estabilizou a economia. Itamar conciliou política, honra e austeridade”, diz a nota.