SP: homem impede homicídio em escola e ganha emprego como vigia

Estudantes da escola técnica de Ilha Solteira (SP) entraram em pânico na tarde de quarta-feira, quando o comerciante Walter Gregório, 31 anos, entrou armado na escola para matar a ex-mulher, Lamara do Nascimento, 19 anos, que estuda no local. 

O crime, no entanto, foi impedido pelo desempregado Ricardo Alencar dos Santos, 33 anos, que estava na escola para tentar uma vaga de vigia e foi contratado depois do incidente. As informações são do jornal O Estado S. Paulo.

Gregório encontrou Lamara no estacionamento da instituição, por volta das 13h. Eles discutiram e o comerciante sacou um revólver calibre 38. Santos pulou sobre o comerciante e foi baleado em uma das mãos. 

Gregório fugiu, mas foi preso na cidade vizinha de Três Lagoas (MS). O delegado de Ilha Solteira, Miguel Angelo Micas, disse que Gregório havia consumido bebida alcoólica e já responde por um homicídio.