Sobe para oito número de mortos de naufrágio no Lago Paranoá

Os mergulhadores do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal que fazem o resgate de vítimas do naufrágio ocorrido na noite de domingo (22) no Lago Paranoá, encontraram mais um corpo no início da noite de hoje (24). Com o resgate, sobe para oito o número de mortes confirmadas.

De acordo com a Polícia Civil, o corpo retirado no início da noite é de um homem, que ainda não foi identificado.

Mais cedo, os mergulhadores retiraram do lago o corpo de uma mulher que pode ser de Valdelice Fernandes, mãe do bebê de sete meses que chegou a ser resgatado com vida, mas acabou morrendo a caminho do hospital.

Pelo menos, duas pessoas ainda permanecem desaparecidas. As buscas foram encerradas e serão reiniciadas amanhã (25) pela manhã. De acordo com o Corpo de Bombeiros, há possibilidade de que alguns dos desaparecidos tenham ficado presos dentro da embarcação. Por isso os mergulhadores continuam retirando do interior do barco afundado objetos como mesas, geladeiras e botijões de gás que podem ter caído sobre algumas das vítimas.

Quarenta mergulhadores estão envolvidos no trabalho de resgate. Desde segunda-feira (23), já foi vasculhada uma área de 80 mil metros quadrados no fundo do Lago Paranoá.

Até agora, foram identificados os corpos de João Antônio Fernandes Rocha, Flávia Daniela Pereira Dornel, Ester Araujo de Oliveira, Vicente Carneiro de Sousa Neto, Paulo de Mello e Adail de Souza Borges.