Câmara aprova licitação para reformar apartamentos funcionais

BRASÍLIA - O 4º secretário da Câmara Federal, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), informou que a Mesa Diretora aprovou nesta quinta-feira o procedimento licitatório para a reforma de mais 72 apartamentos funcionais. Com isso, o parlamentar espera que, no final de 2012, toda a quadra 302 Norte, onde se localizam os prédios funcionais, esteja reformada.

As obras começaram em 2008 e, nesta semana, foram entregues as primeiras 24 unidades renovadas aos deputados, informou a Agência Câmara de Notícias.

De acordo com Delgado, que é responsável pelo sistema habitacional da Câmara, na próxima semana serão entregues mais 24 apartamentos concluídos. Com a reforma, a Casa passa a contar, pela primeira vez, com moradias adaptadas para pessoas com deficiência.

Atualmente a Câmara conta com 432 apartamentos funcionais, dos quais 144, em seis prédios na quadra 302 Norte, passam ou passaram por reformas. Todas as quatro unidades do primeiro andar de cada prédio sofreram adaptações para pessoas com deficiência - um total de 24 unidades até agora, segundo Delgado.

Valorização

Para cada unidade, o custo estimado com a reforma é de cerca de R$ 415 mil, o que perfaz um total de cerca de R$ 64 milhões. Para Delgado, trata-se de uma valorização do patrimônio da União. O deputado também destacou que as moradias oficiais vão trazer economia para a Casa. A longo prazo, o objetivo é contar com uma unidade para cada deputado. "Hoje, 300 deputados recebem auxílio moradia de R$ 3 mil, o que totaliza R$ 900 mil por mês", observou. Por ano, o corte representa R$ 10,8 milhões, "praticamente a reforma de um prédio inteiro", acrescentou.

Cada apartamento tem, em média, 240 m². Na reforma, eles receberão novos sistemas elétricos e hidráulicos, e painéis solares vão fornecer energia. O piso de tacos foi trocado por porcelanato, e as antigas esquadrias, que estavam enferrujadas, foram substituídas. Cozinhas, banheiros e áreas de serviço também foram renovados.