Polícia detém homem com 1 mil canários peruanos no MS

A Polícia Rodoviária Federal deteve um homem de 43 anos às 15h de quarta-feira na BR-262, na altura de Água Clara (MS), transportando 1.005 canários peruanos. Jonas de Andrade, residente em Pedra Branca (CE), carregava os animais em gaiolas empilhadas em um Fiat Palio com placas de Brasília. Ele foi multado em R$ 502,5 mil e responderá por crime ambiental.

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Três Lagoas (MS) foi acionada na noite de quarta-feira para cuidar do caso. De acordo com a corporação, Andrade afirmou ter comprado os animais por R$ 10 mil em frente a um camelódromo Campo Grande (MS) e pretendia levá-los para Brasília. Ele também disse não conhecer a pessoa que vendeu os pássaros e que os contatos comerciais teriam sido feitos por telefone.

Com Andrade havia mais três pessoas, mas ele assumiu sozinho toda a responsabilidade pela acusação de tráfico. Ele foi autuado administrativamente, multado em R$ 502,5 mil e responderá por crime ambiental, cuja pena varia de 6 meses a 1 ano de detenção.

Os pássaros chegaram ao quartel da PMA em Campo Grande na manhã desta quinta-feira e foram encaminhados ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), que dará o destino adequado às aves.

De acordo com a PMA, estes canários costumam sair do Peru e da Bolívia e são levados para Brasília, principalmente, e para a região Nordeste para serem utilizados em rinhas. Esta foi a terceira grande apreensão de canários nos últimos 8 meses. Em fevereiro deste ano foram apreendidos 1 mil aves, e em setembro do ano passado, 1.236. A Polícia Civil de Água Clara cuidará da investigação para localizar os demais envolvidos no esquema.