São Paulo: Polícia Militar prende soldado suspeito de ferir seis e matar um no litoral

 

A Polícia Militar de Santos confirmou nesta segunda-feira ter feito a prisão administrativa de um policial para apurar sua possível participação em diversos atentados no litoral de São Paulo. Na madrugada do dia 10 de abril deste ano, disparos que partiram de um carro preto acertaram sete pessoas, uma das quais morreu, em vários locais nas cidades de Santos e São Vicente.

O Comando do 6º Batalhão de Polícia Militar do Interior (6º BPM/I), com sede em Santos, confirmou ter prendido o soldado no sábado. O policial detido possui um corsa preto, que pode ter sido usado nos crimes. Porém, a assessoria da PM afirma que ele é apenas suspeito, e que nenhuma das vítimas baleadas o reconheceu como autor dos crimes. O soldado permanece à disposição da Corregedoria da PM prestando esclarecimentos.

O veículo do policial foi apreendido pela PM e encaminhado para exames periciais. O Comando do 6º BPM/I também instaurou um Inquérito Policial Militar para apurar o caso.