Quadrilha que roubava veículos teria faturado R$ 2 bilhões

RIO - Uma quadrilha especializada em roubo de veículos em todo o país teria faturado R$ 2 bilhões com o esquema. Desde a última quarta-feira, 23 pessoas foram presas suspeitas de participar do grupo, que também adulterava e fraudava documentos para revender os veículos roubados.

A polícia identificou cerca de 1,2 mil caminhões que estariam emplacados através da fraude. As informações são do Fantástico.

Segundo a TV, a quadrilha tinha pessoas infiltradas em Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) para conseguir falsificar documentos e emplacar os veículos roubados.

A reportagem diz que o grupo justificava a procedência dos veículos nos órgãos públicos através de leilões na Aeronáutica forjados, que nunca existiram.

Na casa do suposto chefe do esquema, André Lanis, em Volta Redonda (RJ), foram apreendidos centenas de documentos e 24 carros.