Câmara deve votar esta semana 14 medidas provisórias que trancam a pauta

BRASÍLIA - Apesar do feriado da Semana Santa, a Câmara tem sessão plenária marcada para terça e quarta-feira. Se houver quorum, os deputados deverão analisar 14 medidas provisórias que trancam a pauta. Entre elas, a MP 513/10, que autoriza o Fundo de Compensação de Variações Salariais (FCVS) a assumir os direitos e obrigações do Seguro Habitacional do Sistema Financeiro da Habitação (SH-SFH).

A MP começou a ser discutida na última segunda-feira, mas só deverá ser votada nesta semana, quando também serão negociados os destaques apresentados ao texto.

As sessões deverão ser comandadas pelo presidente da Casa, Marco Maia (PT-RS), que já deverá ter voltado de viagem oficial à Espanha. Ele está no país ibérico desde quinta-feira, participando de reuniões sobre parceria com o governo espanhol. O parlamentar, no entanto, passa o fim de semana em Madri, e ontem assistiu ao clássico do futebol espanhol Real Madri e Barcelona, que terminou empatado em 1 a 1.

Marco Maia foi criticado porque viajou na companhia do filho e de assessores para assistir ao jogo. Diante da polêmica, declarou que iria arcar com as despesas da viagem, inclusive passagens e hospedagens para ele e para o filho. “Vou fazer a viagem pagando todas as despesas para dirimir as dúvidas”, disse antes de viajar.

O deputado Romário (PSB-RJ), convidado para o passeio, cancelou a viagem.