Número de policiais civis expulsos triplica em SP

SÃO PAULO - O número de policiais civis expulsos da instituição em São Paulo em 2010 triplicou em relação ao ano passado, de acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública publicados pela Folha de São Paulo nesta sexta-feira.

Foram 219 demissões, contra 64 em 2009. Na lista encontram-se delegados, investigadores e escrivães, pelos mais variados tipos de irregularidade.

Já na Polícia Militar, o número diminuiu: foram 229 demissões, 30 a menos que no ano passado. De acordo com a Folha, é a primeira vez na última década que o número de funcionários demitidos nas duas polícias fica quase empatado, umas vez que o histórico de demissões na PM sempre foi maior - a corporação conta com 95 mil pessoas, enquanto que a Polícia Civil tem cerca de 35 mil.

Em 2009, a Corregedoria da Polícia Civil deixou de ser subordinada ao delegado-geral e passou a responder diretamente ao secretário da Segurança.