Espanhol é preso suspeito de matar namorada em Curitiba

 

Um espanhol suspeito de matar a namorada, Carolina Paschoal, 31 anos, em um apartamento na rua Carneiro Lobo, Batel, em Curitiba, foi preso na quarta-feira. Ele teve a prisão decretada por 30 dias.

O boletim de ocorrência relatando a morte de Carolina foi registrado no dia 10 pela mãe da vítima. Em depoimento, a mãe de Carolina disse que o namorado ligou na noite anterior ao crime, dizendo que a mulher não passava bem. Na quarta-feira de manhã, quando chegou ao apartamento do casal, a filha estava morta.

O médico do Instituto Médico Legal (IML) Carlos Roberto Facin informou à delegacia que, ao iniciar a necropsia, encontrou lesões internas e externas no pescoço da mulher, constatando que a vitima foi morta por asfixia mecânica.

O mandado de prisão temporária contra o namorado da vítima foi expedido uma vez que ele era a única pessoa que estava com ela. Ele se negou a falar com a polícia. O espanhol está detido temporariamente na Delegacia de Homicídios e será encaminhado ao Centro de Triagem II, em Piraquara.