Em 1º discurso, Aécio diz que ser oposição é 'patriótico'

 

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) faz nesta quarta-feira seu primeiro pronunciamento em sessão do Senado. No discurso, o tucano prometeu cumprir seu dever de fiscalizar o governo com responsabilidade. "Ser oposição é tão patriótico quanto ser governo", disse, parafraseando o companheiro de sigla Geraldo Alckmin, governador de São Paulo. As informações são da Agência Senado.

A fala do ex-governador de Minas Gerais começou com a apresentação das linhas gerais que pretende seguir em sua atuação na Casa. Ele lembrou a participação do grupo que representa na luta pelas eleições diretas, em momentos importantes dos governos de José Sarney, Itamar Franco e Fernando Henrique, os quais, em sua opinião, não tiveram qualquer colaboração dos partidos então na oposição.

Apesar de ser oposição ao atual governo, Aécio reconheceu que a estabilidade conquistada pelo país é resultado do trabalho dos governos de Itamar Franco, Fernando Henrique e Luiz Inácio Lula da Silva. O pronunciamento foi acompanhado por colegas do Senado e por convidados, como José Serra, candidato do PSDB à Presidência nas últimas eleições.

Em 1° de janeiro, durante o coquetel de posse de Dilma, Alckmin disse que ser de oposição é "tão patriótico" como ser aliado do governo. "Na democracia, quem ganha governa e quem perde faz oposição. É tão patriótico ser governo como ser oposição", disse na ocasião.