Dilma: ainda é preciso avançar no combate à corrupção, mas governo age com firmeza

BRASÍLIA - A presidente Dilma Rousseff afirmou hoje que ainda há muito que avançar no combate à corrupção, mas destacou que os problemas estão sendo "enfrentados com firmeza". "Fica a impressão de que a corrupção está aumentando, mas o que cresce mesmo é a investigação e a identificação dos criminosos", afirmou Dilma, na coluna semanal Conversa com a Presidenta, em resposta a pergunta de uma leitora sobre violência e corrupção no país.

Dilma informou que em 2010 foram feitas 63 operações especiais e que a Polícia Federal vem atuando em estreita parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU), o Tribunal de Contas da União (TCU), a Receita Federal, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A presidente trata também dos benefícios sociais criados no governo anterior e diz que eles estão sendo "ampliados fortemente e de várias formas". Ela cita o reajuste concedido ao benefício pago pelo Programa Bolsa Família e a construção de creches, com a meta de chegar a 6 mil novas unidades até 2014.

A coluna Conversa com a Presidenta é publicada semanalmente em jornais brasileiros. Nela, a presidenta responde a três perguntas enviadas por leitores.