Brasileiro quer voto facultativo e mandato de 4 anos, mostra pesquisa

BRASÍLIA - Em meio às discussões sobre o sistema político brasileiro, uma pesquisa do Senado indica que a população quer mudanças profundas no modelo atual, como o voto facultativo em substituição ao voto obrigatório.

Segundo o DataSenado, 65% das pessoas que responderam ao levantamento defendem a não obrigatoriedade do voto. A maior parte dos entrevistados, 79%, acredita que uma reforma política será benéfica para o país.

A maioria dos entrevistados (58%) também é a favor do modelo atual que institui quatro anos de mandato com direito a uma reeleição. Uma proposta de alteração nesse sistema foi aprovada pela comissão que trata do assunto no Senado.

Os parlamentares propõem uma mudança para mandato de cinco anos, sem direito a reeleição. Para 55%, é preciso mudar a forma de eleição de deputados e vereadores, de voto proporcional para voto majoritário.

Nesta terça-feira, a Comissão de Reforma Política do Senado vai se reunir para discutir as últimas questões referentes ao tema: filiação partidária e domicílio eleitoral; fidelidade partidária; financiamento de campanha; candidatura avulsa; e cláusula de desempenho. Depois de fechar questão sobre todos os assuntos, a comissão vai produzir um documento que será levado a Plenário para votação.