Justiça ouve depoimento de piloto sobre acidente da Gol

 

O piloto americano Joseph Lepore começou a prestar depoimento a partir das 12h30 desta quinta-feira por videoconferência, em Nova York, sobre o caso do acidente envolvendo um jato Legacy e um avião da companhia aérea Gol, em setembro de 2006. Os depoimentos são colhidos pelo juiz federal diretor do foro da Subseção de Sinop, no Mato Grosso, Murilo Mendes.

Já foram ouvidos os controladores de voo brasileiros, Lucivando Tiburcio de Alencar e Jomarcelo Fernandes dos Santos, nesta terça-feira. Ontem, durante mais de sete horas ocorreu a oitiva de Jan Paladino. Por meio de videoconferência entre Brasil e Estados Unidos, participaram, em Long Island, nos Estados Unidos, o representante do ministério público de lá, além de advogados, imprensa e do réu.

No Brasil, a condução dos trabalhos esteve a cargo do magistrado Murilo Mendes, de Sinop, no Mato Grosso, acompanhado de representantes do ministério público, advogados e do intérprete.

Hoje ocorre o último depoimento antes da sentença, prevista, segundo o magistrado, para sair até maio deste ano. Todos respondem a processo pela possível infração ao art. 261 do Código Penal Brasileiro (Art. 261 - Expor a perigo embarcação ou aeronave, própria ou alheia, ou praticar qualquer ato tendente a impedir ou dificultar navegação marítima, fluvial ou aérea), com penas previstas de reclusão, de 2 a 5 anos.