SP: funcionário da Secretaria de Segurança disponibiliza dados sigilosos

SÃO PAULO - Um funcionário do alto escalão da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo, o sociólogo Túlio Kahn, venderia serviços de consultoria por meio de uma empresa da qual é sócio, disponibilizando dados sigilosos do governo. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Segundo o jornal, Kahn é o responsável, desde 2003, pela Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP), que concentra todas as informações estatísticas sobre violência no Estado. Entre outros dados sigilosos fornecidos por ele estariam informações como furtos a transeuntes na região metropolitana de Campinas e os principais alvos nos roubo a condomínios na cidade de São Paulo.