MG: sobe para 16 número de mortos em acidente com trio elétrico

Pelo menos 50 pessoas ficaram feridas. Vìtimas foram atingidas por um cabo de energia de alta tensão

BELO HORIZONTE - Subiu para 16 o número de mortos no acidente com um trio elétrico, na noite deste domingo, na cidade de Bandeira do Sul, na região Sul de Minas Gerais. Pelo menos 50 pessoas ficaram feridas, segundo a rádio CBN

As vítimas pulavam o pré-Carnaval na Praça da Igreja Matriz quando foram atingidas por um cabo de energia de alta tensão, que se rompeu durante a passagem do trio elétrico.

"O trio elétrico parou debaixo da rede elétrica, a cerca de 3 metros de altura da fiação. Algumas pessoas estavam se divertindo, soltando aqueles foguetes tipo serpentina que contêm alumínio. Alguns continham, inclusive, uma espécie de cartucho que lançam tufos de alumínio. Este material em contato com a rede fez com que ela fechasse curto e o cabo se rompeu, atingindo as pessoas que estavam no chão. Quem estava no trio elétrico, pelo que apuramos, não foi atingido", explicou o sargento dos Bombeiros José de Alencar Gomes.

O militar contou que as vítimas sofreram queimaduras graves. Entre os mortos, há uma criança de 10 anos e dois adolescentes de 13 e 16 anos. Equipes de resgate dos Bombeiros, Samu e hospitais da região encaminharam os feridos para o Hospital Municipal de Bandeira do Sul, para a Santa Casa de Poços de Caldas e a hospitais de Campestre e Botelhos.

Com o rompimento da fiação, os cerca de 6 mil moradores da cidade ficaram sem energia até o final da noite de domingo.