Presos dez suspeitos de tráfico no MA; dois são policiais

A polícia do Maranhão realizou neste domingo uma operação para combater o tráfico de drogas no interior do Estado e que resultou com a prisão de 10 pessoas em Tutóia, a 460 km da capital São Luís. Entre os presos estavam dois policiais civis.

Com os presos a polícia afirma ter encontrado armas, munição e veículos. A ação dos policiais recebeu o nome de Operação Água Limpa em alusão à cidade de Tutóia, atração turística próxima à divisa do Maranhão com o Piauí e que fica no delta do Parnaíba.

A atuação da quadrilha na cidade - que tem pouco mais de 52 mil habitantes - surpreendeu a polícia. Eles fariam entrega em domicílio. Na hora de uma prisão, um "cliente" ligou para fazer uma encomenda e o telefone celular foi atendido pelo delegado. "O 'cliente' ligou e eu conversei com ele e ele acabou concordando em testemunhar que o traficante vendia a droga e entregava em uma moto", afirma o delegado Almir Macedo.

Os presos foram transferidos para São Luís. Os policiais Francisco Borges de Jesus e José Pergentino Machado Filho foram presos e autuados suspeitos de facilitação para o tráfico. As provas levantadas durante a operação mostram, segundo a polícia, que eles facilitavam o comércio ilegal de drogas, dando apoio aos traficantes mediante o recebimento de propina.

A cidade está sem delegado permanente há seis meses. Tutóia contava apenas com três policiais civis e agora, com a prisão dos dois investigadores, o delegado Almir Macedo, que continua na cidade para tentar executar outras prisões, informou que novos policiais devem ser encaminhados para Tutóia