Câmara de SP reajusta salário de Guarda Civil em 20,74%

SÃO PAULO - Câmara Municipal de São Paulo aprovou na quarta-feira um reajuste salarial de 20,74% para os funcionários da Guarda Civil Metropolitana (GCM), cujas metades serão pagas, respectivamente, retroativa a janeiro deste ano e em janeiro do ano que vem. O benefício se estende aos aposentados e pensionistas.

O aumento é reivindicado pela categoria desde a segunda metade do ano passado, quando o Sindicato dos Guardas Civis Metropolitanos da Cidade de São Paulo (SindGuardas) chegou a promover greves. Uma das pautas era a elevação do piso salarial para R$ 1,3 mil, valor que é, atualmente, de R$ 645.

Na mesma sessão, a Câmara aprovou benefícios tributários para conjuntos habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida, e pessoas com ganhos mensais de até três salários mínimos poderão pagar 0,5% de Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e serão isentos do pagamento de Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU).