SP: cuidadora de idosos é presa por simular assalto e agredir idosa

SÃO PAULO - A cuidadora de idosos Ana Tereza Reis, 61 anos, foi presa na tarde desta quarta feira pela Policia Civil na cidade de Americana, interior de São Paulo, acusada de ter agredido uma senhora de 82 anos ao simular um assalto no dia 23 de janeiro. A vitima é mãe do ex-prefeito da cidade, Erich Hetzel Júnior.

Segundo a policia, Ana Tereza confessou ter usado uma máscara para cobrir o rosto e agredido com tapas e socos a idosa. Ela também contou que tirou o próprio sangue com uma seringa para depois espalhar pela casa e assim aparentar que também havia sido agredida pelos supostos bandidos.

A mulher teve a prisão temporária decretada por cinco dias e foi encaminhada para a cadeia feminina de Santa Barbara d'Oeste. Segundo o delegado Claudiney Albino Xavier, a mulher trabalhava há um ano e meio e era de confiança da familia do ex-prefeito.

No dia 23 de janeiro, Ana Tereza teria chamado a Guarda Municipal alegando que três homens armados e agressivos teriam pulado o muro, agredido a ela e à idosa e levado R$ 150 da casa e mais R$ 1,5 mil de sua bolsa.

"Ela tentou armar uma situação. Desconfiamos por que a casa não estava revirada, e os supostos bandidos foram somente nas bolsas das mulheres", disse o delegado, que falou também que as suspeitas contra a cuidadora foram reforçadas por vários outros elementos, entre eles uma máscara de carnaval, provavelmente usada para simular o assalto, encontrada junto aos pertences da acusada.