Parte dos funcionários continua paralisação de ônibus em São Paulo

 

Uma parcela dos funcionários da empresa de ônibus Himalaia, que liga a zona leste ao centro de São Paulo, continua na manhã desta quinta-feira a greve que começou na terça-feira. Segundo a São Paulo Transportes (SPTrans), a garagem 1, localizada no Tatuapé, voltou a funcionar ontem depois que a Justiça ordenou a volta de 90% do serviço no horário de pico. Ainda segundo a SPTrans, a garagem 2, que atende 30 linhas, tinha 305 veículos parados desde as 3h de hoje. Às 7h30, funcionários da garagem 2 informaram que já estão colocando os carros na rua.

A SPTrans acionou o Plano de Atendimento Entre Empresas em Situação de Emergência (PAESE) para atender 11 principais linhas da empresa Viação Himalaia (garagem 2 - Rua Leandro de Sevilha, 95 - Sapopemba). Foram acionados 100 ônibus.

Os funcionários exigem o pagamento de direitos trabalhistas com a venda da Viação Himalaia. Após uma reunião na terça-feira, o SPUrbannus, sindicato que representa as empresas de ônibus, afirmou que não haveria alteração nos contratos de trabalhos dos empregados com a mudança da gestão, o que não agradou os manifestantes.