Investigador flagra empresário molestando adolescente

A Polícia Civil do Estado de São Paulo, por meio de um integrante da 1ª Patrimônio (Delegacia de Repressão a Roubos e Extorsões) do Deic (Departamento de Investigações sobre Crime Organizado), flagrou o empresário Pedro Antônio Rovella, 62 anos, explorando sexualmente um garoto de 12 anos, na pratica conhecida como "volta sexual".

O flagrante aconteceu na noite de ontem. O investigador da Derex, que realizava um levantamento na região central da Capital, desconfiou quando o ocupante de um Volkswagen New Beetle preto abordou um garoto na avenida Vieira de Carvalho. Depois de entrar no carro, o adolescente e o motorista percorreram a avenida 23 de Maio até o Parque do Ibirapuera, retornando ao centro. Durante o trajeto, o acusado realizava uma dupla função: dirigia e praticava sexo oral no menino.

Para evitar a fuga, o investigador pediu apoio a uma equipe do 7º Batalhão da Polícia Militar. A abordagem aconteceu na avenida Vieira de Carvalho, quando o menino foi pego com os R$ 20 pagos pelo motorista.

Rovella foi levado para o plantão do Deic. O delegado Pablo Rodrigo Holanda Baccin autuou o empresário por estupro de vulnerável. O menino, depois de passar por exame de corpo de delito, confirmou que é comum esse tipo de prática nessa região.