Candidato a presidente, Randolfe prega ética e transparência no Senado

BRASÍLIA - O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), que disputa a Presidência do Senado, discursou há pouco, em Plenário, para defender sua candidatura. "Esta Casa precisa dizer não ao patrimonialismo", disse, declarando que quer ser presidente da Casa para promover o resgate ético do Legislativo e uma gestão transparente.

- O Senado atravessou recentemente uma grave crise ética. Queremos promover uma autocrítica e debater a resposta que será dada à sociedade - afirmou, ao defender auditoria nas contas do Senado e independência em relação ao Executivo. Ele também defendeu o fim das votações secretas no Congresso.

Randolfe disputa a Presidência do Senado com José Sarney (PMDB-AP), candidato à reeleição. Após o discurso do candidato pelo PSOL, o senador João Vicente Claudino (PTB-PI), na presidência dos trabalhos, deu início à eleição da Mesa da Casa.