Bebê com ponta do dedo decepada terá reimplante em São Paulo

SÃO PAULO - A menina de 1 ano que teve a ponta do dedo decepada no Hospital Geral do Mandaqui, na Zona Norte de São Paulo, será tratada em um centro especializado em reimplante do Hospital de Clínicas (HC), conforme a Secretaria de Estado da Saúde informou ao jornal Folha de S. Paulo.

O bebê, que receberia alta, teve parte do dedo cortado por uma auxiliar de enfermagem às 8h30 de domingo, durante a retirada de um curativo.

A funcionária, que utilizava uma tesoura para realizar o procedimento, deixou o quarto logo depois do incidente, por medo de ser agredida pelos pais, conforme depoimento no 9º DP.

O pai da criança, um auxiliar geral de 21 anos, informou à polícia que a filha estava internada desde sábado com anemia. A funcionária vai responder por lesão corporal culposa.