Prefeitura decreta estado de emergência após chuva em GO

GOIÂNIA - O prefeito de Aparecida de Goiânia (GO), o ex-governador Maguito Vilela (PMDB), informou nesta segunda-feira que decretou situação de emergência no município por causa das constantes chuvas, que causaram enxurradas e inundações no mês de janeiro.

"Fizemos um levantamento que apontou os diversos danos, humanos, ambientais e econômicos", disse o prefeito em comunicado no site da prefeitura, se referindo ao documento já assinado no último dia 24. A partir do decreto, Maguito espera conseguir ajuda do governo federal, por meio do Sistema Nacional de Defesa Civil (Sindec). Segundo Maguito, as verbas federais serão utilizadas para, dentre outras ações, convocar voluntários para reforçar a reconstrução do que foi danificado.

No decreto de emergência, o município relata sete áreas que precisam de intervenção imediata. Segundo o levantamento, pelo menos cinco bueiros e duas pontes nestes bairros não suportaram a força das águas. Estimativa da prefeitura é que pouco mais de 120,5 mil pessoas foram prejudicadas por causa da chuva. As mesmas projeções apontam que será necessário um montante de cerca de R$ 7 milhões para sanar todos os problemas.