Deputados com primeiro mandato falam sobre o que pretendem nos quatro anos na Câmara

A um dia da posse, deputados eleitos fazem fila para receber o broche de acesso ao plenário e a carteirinha de parlamentar. Entre os que foram receber o kit estavam deputados de primeiro mandato e outros já conhecidos do eleitorado.

Entre eles, a deputada eleita Nilda Gondim (PMDB-PI). Primeira vez como deputada, disse estar emocionada com o início dos trabalhos. “É uma superação, um desafio muito gostoso”, disse. O mesmo sentimento teve a deputada Professora Marcivânia (PT-AP). Também com um primeiro

mandato, disse que vai lutar por um trabalho transparente e uma relação harmônica com outros deputados. “Espero dar uma contribuição importante ao governo”, afirmou.

Conhecido do público por ter participado de um reality show, o deputado eleito Jean Willys (PSOL -RJ), disse que pretende ser uma voz em favor dos movimentos sociais e dos Direitos Humanos na Câmara. “Não tenho vaidades. Sou apenas um instrumento de representação do povo. Meu mandato é do partido e sou um deputado federal, represento o povo brasileiro”, explicou.

Todos deixaram bem claro que já conhecem os trâmites da Casa, como os projetos são iniciados e revisados, o funcionamento dos gabinetes e as reuniões nas comissões e as sessões do plenário. Amanhã (1º), tomam posse os 513 deputados eleitos. Na quarta-feira (2), a Presidência da República enviará uma mensagem ao Congresso congratulando a Casa pelo início dos trabalhos.