Preso servidor do Ibama com R$ 20 mil de propina em MT

CUIABÁ - Um servidor do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) foi preso nesta segunda-feira em flagrante durante a Operação Coluna, da Polícia Federal, para combater a corrupção e peculato na autarquia, em Cuiabá (MT). Segundo a PF, o funcionário estava com R$ 20 mil - oriundos de propina para a não aplicação de uma multa - e com um processo de notificação que foi subtraído do órgão.

De acordo com a polícia, o dinheiro havia sido pedido pelo servidor a um representante de uma empresa fiscalizada em troca de não aplicar uma multa que poderia chegar a R$ 2 milhões ao final do processo. A PF ainda investiga outro funcionário do Ibama e um ex-servidor demitido recentemente por suspeita de envolvimento em fraudes descobertas pela polícia em 2005.

As investigações iniciaram com a denúncia feita pelo Ibama de desaparecimento de processos dentro do órgão. Na operação desta segunda, ainda foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em residências e propriedades rurais da capital.