Em sete meses, deputados de SP trabalham apenas dois

SÃO PAULO - Levantamento feito pela Folha de S. Paulo, e publicado na edição desta terça-feira do jornal, informa que os deputados da Assembleia Legislativa paulista acabaram trabalhando, na prática, apenas dois dos últimos sete meses.

Do início do segundo semestre até 19 de outubro, segundo revela a publicação, a Casa não votou nenhum projeto.

A reportagem também informa que, neste período de sete meses, no qual estão incluídos cerca de 70 dias de recesso, os deputados estaduais custaram ao Estado R$ 78,7 milhões, considerando salários dos parlamentares e de seus assessores, auxílio-moradia e verba de gabinete.