Chuva em São Paulo causa morte e derruba árvores na cidade

 

Uma pessoa morreu e pelo menos 27 árvores caíram na cidade de São Paulo por causa da forte chuva que se acentuou por volta das 22h de domingo, deixando 34 pontos de alagamento, a maioria deles intransitáveis até o começo da madrugada.

O corpo do homem teria sido encontrado debaixo de um carro, estacionado próximo ao cruzamento da avenida Paes de Barros com a rua da Mooca, na zona leste da capital paulista. No mesmo horário, a Defesa Civil registrou outra morte e investiga se também está relacionada com a enxurrada.

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), das 17h do domingo às 3h desta segundo, das árvores que caíram, boa parte foi nos bairros Brás e Butantã. Segundo a CET, em alguns pontos a queda de árvores sobre fios interrompeu a transmissão de energia e provocou interdições de vias na capital paulista.

Às 6h, o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura registrava ainda oito pontos de alagamento, 5 deles intransitáveis. Por volta das 2h30, haviam 21 pontos, 10 deles intransitáveis. 

A previsão para São Paulo é de sol e aumento de nuvens de manhã e pancadas de chuva à tarde e à noite.