Bebê é a terceira vítima das chuvas em Santa Catarina neste ano

Um bebê de três meses morreu na cidade de Massaranduba em decorrência das chuvas que atingiram o Estado de Santa Catarina, na noite de sexta-feira, informou a Defesa Civil catarinense, neste sábado. A criança é a terceira vítima dos temporais desde o começo do mês.

Segundo a Defesa Civil, a família se preparava para deixar a casa quando foi surpreendida por um deslizamento de terra que matou a menina Andressa Vitoria Windorss. O último relatório do órgão, divulgado na manhã de hoje, aponta que 397.974 foram afetadas, além de mais de 12 mil desabrigados e desalojados.

Segundo o órgão, a região mais afetada pelas chuvas foi o norte do Estado. A BR-101 chegou a ser bloqueada após a queda de uma barreira na região de Araraquari na noite de ontem, mas foi liberada às 3h de hoje.

Por volta das 21h, a região do complexo do Baú, uma das mais afetadas na enchente de 2008, registrou a queda de duas pontes. Outros três deslizamentos de terra atingiram a região. A Defesa Civil e voluntários estiveram no local para avaliar os estragos.

O forte temporal que voltou a atingir o norte do Estado e vários municípios do Vale do Itajaí na noite desta sexta-feira agravou ainda mais a situação de Jaraguá do Sul. A cidade é a que apresenta situação mais preocupante, segundo informações da Defesa Civil estadual. Quase toda a cidade sofre com alagamentos. Há registros de uma série de deslizamentos e de comunidades inteiras isoladas.

Os pontos mais afetados, além do centro da cidade, são os bairros Amizade, Ilha da Figueira, Três rios do norte, João Pessoa e Chico de Paula. Pelo menos 30 mil pessoas, segundo a Defesa Civil, foram afetadas pelas chuvas que reiniciaram no início da noite.

Em entrevista a rádio Brasil Novo, o comandante Candido, do Corpo de Bombeiros local, informou que a situação é de "extrema gravidade" em Jaraguá do Sul. Ele acrescentou que somente no decorrer do sábado, com o fim das chuvas, poderá ser possível avaliar o tamanho dos estragos na cidade.