Falta unificar o discurso

Em três semanas de trabalho, governo já enfrenta temas espinhosos e a divergência pública entre aliados

O mandato mal começou, e a presidente Dilma Rousseff já precisa controlar incêndios entre os próprios membros do governo e da base aliada. Isso porque alguns assuntos espinhosos já rondam a Esplanada dos Ministérios e prometem grandes embates para este ano. O percentual de reajuste do salário mínimo está sendo usado nos bastidores, mais uma vez, como moeda de troca por cargos no Executivo. Além disso, ministros de diferentes pastas já mostraram, em declarações feitas à imprensa, que o governo anda desafinando no discurso.

No mais recente episódio, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, desdisse o secretário de Políticas Sobre Drogas, Pedro Abramovay, que defendeu o fim de pena para pequenos traficantes. Segundo o ministro, o governo quer exatamente o contrário do que foi dito por seu subordinado.

>> Leia a matéria completa no JB Premium