PF prende sérvio procurado pela Interpol na Baixada Santista

A Polícia Federal (PF) prendeu na quarta-feira um sérvio, 31 anos, condenado a 40 anos de prisão em seu país e que aparecia na lista de procurados internacionais da Interpol. Segundo a PF, ele teria praticado crime de latrocínio, junto com outras duas pessoas, durante um roubo a uma empresa em 1998. Após a condenação, o homem fugiu e acabou sendo localizado na Baixada Santista.

Ainda de acordo com a PF, o sérvio utilizava o nome falso de Edin Lipa no Brasil e era proprietário do restaurante Gringo's na cidade de São Vicente. Ele também teria trabalhado em uma loja de automóveis na Praia Grande.

Durante sua estadia no país, o estrangeiro também teria constituído família. Ele vivia com uma brasileira e com ela teve uma filha, que hoje tem 3 anos.

A prisão aconteceu após seis meses de investigações e o mandato foi expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) após o pedido do governo sérvio. Enquanto aguarda o processo de extradição que tramita no STF, o homem ficará sob custódia da Superintendência da PF em São Paulo.